terça-feira, 20 de janeiro de 2009

E o desencanto ?

E o desencanto ?
Será que ele existe ?
Será que ele alcança o nível do amor, e barra a traição e perdão ?
Como ela acontece ?
O desencanto do amor ?
Com um grude muito grande e umas pequenas mancadas ?
O desencanto só existem perguntas ?
Como deve doer o desencanto, eu diria que uma ferida no amor,
Acho que no meu coração, eu não suportaria uma dor de desencanto,
E eu não faço nada para evitar isso,
Somente como todos só previne quando já aconteceu.
Desencanto é o mesmo que desamor no meu vocabulário,
Eu amo o amor feito por mim,
Eu choro por minhas causas,
E eu esqueço de coisas banais,
Que me ajudariam em coisas fundamentais
O desencanto seria uma palavra sem resposta ?

Acho que o certo é dar conselhos com sinceridade
Ajuda com palavras,
Um sorriso sem intenções
Um abraço com afeto,
Um beijo com ternura.

E se o desamor acontecer, é só reconquista-lo de novo !

11 comentários:

Anônimo disse...

Acho que não tem como evitar o desencanto, ou o desamor, como você fala... Se tiver de acontecer, vai acontecer com o tempo... O legal é viver o agora, o presente, não pensando que o desencanto pode surgir algum dia...

Ariana disse...

O desencanto acontece sempre, na vida de todo mundo!
Lindo texto, amei o blog!


Beijo

leite Milkshake disse...

eiee...selinho pra ti lah no blog...=D
pega lah ...beijao!!!

O Profeta disse...

CONVITE

Porque as palavras são tantas, imensas, são ternura o afago, cruéis ou vil loucura. Quando ditas não voltam à boca.

Convido-te a partilhar “ALQUIMIA DAS PALAVRAS” no lançamento do livro com o mesmo nome da autoria de Armando Moreira, que terá lugar no dia 24 de Janeiro de 2009 pelas 21 horas e 30 minutos no Coliseu Micaelense.

O livro será aberto e do seu interior irão brotar canções, histórias e teatrices numa noite em que o feitiço estará presente e será servido por actores, cantores e poetas com a magia da Palavra…


Mágico beijo

Linii disse...

Assim como não podemos escolher quando amar, não podemos evitar o desamor...
E fácil amor difícil mesmo e esquecer ou se ver forçada a largar aquilo que nos acompanha a tanto tempo... A única saiba e deixar que o tempo resolva...

Beijoss

Nataliinha disse...

AI, eu to numa fase de desencanto total Carol .
E de desamor mais ainda !

Beijoos = )

Jéssica disse...

O desencanto existe sim, as vezes por excesso de amor, por grudar demais, por não respeitar o espaço que o outro precisa ter, e tudo vai se desgastando, sufocando tudo por dentro. E creio que essa seja uma das piores dores, principalmente quando tem que se dizer pro outro, que já não mais existe amor, mais ninguém é culpado, ninguem pode mandar no coração, não é mesmo?
beijos flor

A n i n h a a disse...

Desencanto acontece a cada segundo.
Comigo então, eu já nem me surpreendo mais e eu sei porque acontece: quando não é, eu sei que não é e logo a minha intuição manda pra mim uma leva enorme de desencanto, para que eu possa me decidir a tempo.
Estranho, eu sei, mas sempre foi assim.

Ainda assim, eu gostei muito de como você escreveu, é difícil um tema como o desencanto, achei criativo *-*

beijãoo

Dani disse...

Existe, existe sim Carol. Mais do que você imagina :x

Teresa disse...

se existe amor, não há desencanto.
Mas se for só paixão, aí o desencanto é inevitável... como dizem os especialistas, a paixão dura mais ou menos 1 ano...

já o amor.....

é pra sempre.

=)

Táxi Pluvioso disse...

Ou como a Dido.