sábado, 18 de setembro de 2010

é confuso a vontade de ser vitima.

Estou ficando controladora, ando criando oportunidades para me fazer de vitima, ando te ligando a toda hora, mensagens sem parar, gosto de ouvir seus gritos e xingos para depois ficar quieta e fazer você se sentir culpado.
Estou me acostumando a ficar com o papel de chata, chorona e gosto disso.
Me machuco quando ouço sua voz alterada ao se dirigir a mim, mais quando pergunto perguntas idiotas não penso  que posso te machucar também e você pensar que tudo que você demonstra sem palavras a mim está sendo inútil, pois parece que não acredito.
Acho que isso tudo é falta de segurança e medo de ti perder.
Hoje me senti tão chata que nem eu me agüentei, não tive pena de mim ao chorar, parecia que era forçado para você sentir mais uma vez pena de mim.
Tive que ver sua cara feia, ouvir sua alteração ao se dirigir a mim e não falar nada, somente me redimir porque eu sei que quem estava errada sou eu.
Hoje eu admiti para você que se nos separarmos a culpa pode ser minha e você me falou que também não está totalmente certo. Você criou oportunidades de podermos ficar juntos e eu sem perceber em uma brincadeira estraguei.
Você não fala que me ama ou coisas do gênero, mas se não gostasse de mim não me agüentaria e estaria comigo até hoje.
Eu queria tirar essas coisas de mim, quando me veio hoje um aperto ao te abraçar eu me imaginei sem você e doeu tanto que preferi refletir.
amanhã acho que tudo vai dar certo, preciso te beijar, sentir seu cheiro e te abraçar só assim vou saber que está tudo bem.

5 comentários:

Ariana disse...

"Eu queria tirar essas coisas de mim, quando me veio hoje um aperto ao te abraçar eu me imaginei sem você e doeu tanto que preferi refletir."

Sei bem como é se sentir assim, mais não tenho nem o que dizer pra ti flor, desculpa!

O texto ficou muito lindo!

Beijos

Carolina Hermanas disse...

Lindoo, apenas isso que tenho para dizer *_*.


-

Beeeeijão!

Galochas Voadoras disse...

Se ele agüenta tudo isso, é pq ama mesmo..

Lindo texto :)

Tatá disse...

Flor, controla-te. Foi com atitudes assim que perdi um grande amor que tive.
Mas eu te entendo, veja bem. e espero que melhore logo!

Teca Eickmann disse...

As vezes, quando temos muito medo, trocamos os pés pelas mãos e tudo que na hora pareceu o melhor pra fazer, acaba machucando tod mundo.
Uma dica, por experiência própria. Dizer 'eu te amo' aqui no Brasil, raramente significa 'eu te amo' de verdade. A gente pode querer acreditar que isso é o mais importante, mas no final, tem tantas ações que valem muito mais. Você me fez pensar em escrever algo que eu ainda não sabia como escrever. Quando ficar pronto, posto. :*